ATENDIMENTO (19) 3565-7490

  1. 17/05/2017 14:41

    “Por 65 anos, a Esquadrilha da Fumaça tem o orgulho de representar o Brasil ao mundo”. Com esta frase, o Comandante da Esquadrilha da Fumaça, Tenente-Coronel Líbero Onoda Luiz Caldas, iniciou seu discurso na sessão solene ocorrida no Congresso Nacional em Brasília (DF), na manhã do dia 16 de maio. O momento na Câmara dos Deputados foi feito em busca de destacar e homenagear o aniversário de 65 anos da Esquadrilha da Fumaça.

    Com a presença de doze representantes militares do Esquadrão, a sessão também contou com a presença de outros militares da Força Aérea Brasileira, da Banda da Base Aérea de Brasília e de políticos que se revezaram no plenário, apresentando discursos em homenagem à história de mais de seis décadas da instituição, sempre enaltecendo a importância da Fumaça na sua missão de representar a Força Aérea e o Brasil para todo o mundo.

    O Chefe de Gabinete do Comando da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, destacou, em seu discurso, o início da história da Esquadrilha da Fumaça. “O grupo de dedicados instrutores de voo, da legendária Escola de Aeronáutica do Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro, no início dos anos 50, embalados tão somente pela modesta intenção de passar confiança aos seus alunos do exercício do voo acrobático de formatura, onde um grupo de aeronaves voa muito próximas separadas por não mais do que dois metros de distância, construíram a sólida base onde se assentaria um dos mais importantes instrumentos de comunicação social e projeção da nossa Força Aérea Brasileira”.

    O comandante da Fumaça, Tenente-Coronel Caldas destacou a relevância da missão do Esquadrão. “Por 65 anos, temos tido a oportunidade de inspirar jovens a decidir por uma carreira, inspirar cursos de vida, demonstrar o profissionalismo e a competência dos militares da Força Aérea Brasileira e fazer bater o orgulho que só o verdadeiro patriotismo é capaz de provocar. Há 65 anos, ajudamos a integrar este país gigantesco e levar a bandeira nacional a todos os cantos, dos grandes centros aos mais remotos. Por esse tempo, estimulamos o diálogo entre setores civis e militares, divulgamos a Força Aérea e mostramos ao mundo que este país possui pessoas e tecnologia de ponta que fabricam e exportam as nossas aeronaves há quase 40 anos”, finalizou.

  2. 17/05/2017 14:13

    A comemoração do aniversário de 65 anos da Esquadrilha da Fumaça não poderia ter sido diferente: demonstração aérea em frente ao público que mais acompanha as manobras das aeronaves por morar próximo a sua sede, em Pirassununga (SP). A apresentação aconteceu na Academia da Força Aérea na manhã do dia 13 de maio para um público formado por integrantes e ex-integrantes da Fumaça, além de outros militares da Força Aérea Brasileira e moradores de Pirassununga e região.

    Com o sonho de ser a primeira piloto da Esquadrilha da Fumaça, a estudante de 13 anos, Sofia Sampaio, viajou de Ribeirão Preto (SP) até Pirassununga para prestigiar a exibição. “Ano que vem, eu pretendo prestar o concurso da EPCAR (Escola Preparatória de Cadetes do Ar) para, depois, ingressar na AFA (Academia da Força Aérea). Estou preparada para o que precisar: ficar longe de casa, ter muito estudo pela frente... Quero seguir meu sonho de qualquer jeito. E assistir à demonstração hoje de aniversário da Fumaça me incentiva totalmente a conseguir alcançar essa carreira tão desejada”, afirmou.

    Já o morador de Pirassununga, o estudante Lucas Moreira de Carvalho, ressaltou que sempre acompanha as aeronaves da Fumaça quando sobrevoa a sua casa durante os treinamentos. “Eu adoro quando os aviões passam lá perto de casa, pois fico admirando. E, mesmo podendo assisti-los lá de casa, faço questão de vir às apresentações aqui em Pirassununga. Quero muito ser militar da Força Aérea”, ressaltou.

  3. 10/04/2017 16:31

    Após dez anos da Esquadrilha da Fumaça ter quebrado seu próprio recorde mundial com a maior quantidade de aeronaves em voo invertido, representantes do Guinness World Recordsvieram até o Brasil para entregar o certificado, em mãos, para a equipe do Esquadrão na tarde desta quinta-feira, dia 6 de abril, em Pirassununga (SP).

    O diretor do Guinness World Records para a América Latina, Carlos Martínez, afirmou que ficou muito alegre em poder entregar o certificado ao grupo. “É impressionante e espetacular o que a equipe fez em 2006 de voar, simultaneamente, com doze aviões em voo invertido. Estou muito feliz por poder vir ao Brasil para conhecê-los de perto e parabenizá-los pelo recorde”.   

    Dois pilotos da equipe de 2006, que participaram do recorde mundial, estiveram presentes na cerimônia de entrega do certificado. O Coronel Aviador Afonso Henrique Junqueira de Andrade Junior comentou sobre o desafio. “Todos estávamos muito tranquilos na época porque treinamos muito. Mais do que a marca de ter batido o recorde, ter vivido aquele momento foi um privilégio para mim e para todos que presenciaram”. Outro componente da equipe da época, o piloto Coronel Ricardo Beltran Crespo, também falou sobre o momento. “As marcas registradas da Fumaça são a proficiência e o treinamento dos pilotos. As condições meteorológicas da época podiam interferir no momento, porém estávamos muito preparados. Passamos em frente ao público de, aproximadamente, 60 mil pessoas e foi marcante para todos nós”.

    Durante a cerimônia, o Comandante da Esquadrilha da Fumaça, Tenente-Coronel Líbero Onoda Luiz Caldas, agradeceu a presença de todos e, em especial, a dos representantes do Guinness World Records. “É uma honra poder recebê-los de tão longe para que possam nos entregar o certificado. Tenho a certeza de que, para a geração que esteve presente no momento, teve um significado muito importante. Eu mesmo, que ainda pretendia me candidatar para ser piloto da Fumaça, pude presenciar e ver aquele momento impressionante de perto. Agradeço, também, a presença dos representantes da época que se dispuseram a estar aqui conosco para prestigiar esse momento tão significativo para todos os Fumaceiros”.

    O certificado agora fica exposto no Salão Histórico e pode ser conferido pelos visitantes. A Esquadrilha da Fumaça pode ser visitada aos finais de semana, das 10h às 12h e das 14h às 16h. A entrada é gratuita. Visitas durante a semana devem ser agendadas pelo e-mail: [email protected] ou pelo telefone: (19) 3565-7236.

3 Produto(s)

Direção Descendente