A Força Aérea Brasileira (FAB) está com inscrições abertas para o Curso de Adaptação de Médicos da Aeronáutica (CAMAR) até o dia 30 de julho. Até lá, você vai acompanhar uma série de matérias sobre as diversas formas de atuação desses profissionais cuja missão é salvar vidas. Hoje você conhece a história do Tenente Médico Waldyr Moyses de Oliveira Junior, que serve no Sétimo Serviço Regional de Saúde (SERSA-7), sediado em Manaus (AM).  

Filho de um Suboficial da reserva, o Tenente Waldyr está há 9 anos na FAB. Desde menino já ouvia as histórias relatadas pelo pai nas missões realizadas nas linhas do Correio Aéreo Nacional (CAN), que prestavam auxílio a comunidades localizadas nas mais inóspitas regiões do País. Da lembrança da infância veio a vontade na fase adulta de também contribuir com a sociedade, poder ajudar de alguma maneira. É isso que o Tenente Waldyr faz hoje.

Como médico da FAB atuando na região amazônica, já participou de várias ações cívico-sociais, missões de transporte aeromédico e ajuda humanitária. Em poucas palavras, ele sintetiza seu sentimento e os atrativos da carreira que abraçou. “É uma possibilidade de desempenhar um trabalho onde você realmente sente na pele e no coração que está fazendo uma diferença enorme na vida das pessoas”.

arcu in felis.